Novo Nissan GT-R Nismo 2017 apresentado

Só agora é que o restyling do Nissan GT-R chegou à versão Nismo e apesar de não haver aumento de potência a Nissan aproveitou para melhorar ligeiramente tudo o resto - será que valeu a pena?
A frente recebe a mesma atualização de toda a gama mas com algumas melhorias ao nível do arrefecimento do motor tal como o capot específico, para-choques dianteiro em fibra de carbono com aletas verticais que segundo a Nissan melhoram a aerodinâmica criando mais apoio aerodinâmico que o anterior modelo.

Debaixo do capot nada muda - o V6 de 3.8 litros mantém os 600 cavalos e 652 Nm de binário, o que não é pouco mas no recente restyling o GT-R normal passou a debitar 570 cavalos e 637 Nm de binário. Como justificar a diferença de preço?

A Nissan diz que retrabalhou as regulações dos eixos dianteiro e traseiro, molas, amortecedores e barras de anti-rolamento foram revisitadas, e aumentou a rigidez para que seja ainda mais eficaz em curva.


E qual foi o impacto em performances? Segundo a Nissan, os tempos de slalom e performance em curva foram melhorados em quase 2% relativamente ao modelo anterior"...Parece que a Nissan está a chegar ao limite do que consegue extrair do GT-R.

0 comentários:

"