Nova Renault Grand Scénic apresentada

Depois da versão de 5 lugares ter sido apresentada em Genebra, eis que a Renault (muito convenientemente no dia seguinte à Peugeot apresentar o seu 3008) apresenta a versão longa de 7 lugares - eis a nova Renault Grand Scénic.

Consegue manter o aspeto dinâmico, atraente, com a possibilidade de pintura de 2 tons e jantes de 20 polegadas da versão curta para tentar fazer a Scenic competir com os mais populares SUVs e crossovers. Mantém e prolonga aquela superfície vidrada lateral ondulada da versão curta mas para diferenciar a parte traseira é claramente inspirada na nova Espace.


Ganha 23 centímetros de comprimento relativamente à versão curta para um total de 4,64 metros podendo receber 7 passageiros - em configuração de 5 lugares tem uma mala de 718 litros, mais 40 litros que a atual geração.
No interior temos exatamente o mesmo cuidado e qualidade da Scenic curta especialmente (nas versões de topo) o ecrã vertical do sistema multimédia R-Link 2, bem como para mim talvez o maior erro da Renault: desaparecem os assentos independentes traseiros.
A atual geração tem 3 assentos separados mas mesmo na versão longa mantém o assento traseiro que divide 1/3-2/3 da versão curta. As partes deslizam em carris mas não são extrativeis ou dobram completamente - apenas as costas dobram. Tem a vantagem que é possível rebater os assentos apartir do comando na mala mas parece que o acesso à ultima fileira será no mínimo penoso.
Debaixo do capot vamos ter 5 motores a diesel e 2 a gasolina. A diesel temos o 1.5 litros Energy dCi com 110 cavalos (caixa manual ou EDC de 7 velocidades) ou com 130 cavalos (só com caixa manual de 6 velocidades) e o 1.6 dCi Energy com 160 cavalos apenas disponível com a caixa ED de 6 velocidades. A gasolina apenas vai estar disponível o 1.2 litros Energy TCe disponível com 115 ou 130 cavalos sempre com caixa manual de 6 velocidades. Também vai ter uma versão mild-hibrida chamada "Hybrid Assist" que combina o 1.5 dCi de 110 cavalos com um motor elétrico e uma bateria de 48 volts carregada em desaceleração.

0 comentários:

"