Mercedes a diesel processados nos EUA

Proprietários norte-americanos de Mercedes diesel BlueTec processaram o construtor automóvel porque acreditam que estes tem dispositivos que falsificam as emissões - algo que a Mercedes obviamente nega. O processo esta a ser coordenado pela empresa de advogados Hagens Berman que diz que os Mercedes fazem batota porque segundo os seus testes estes produzem mais oxido de azoto em testes de estrada que nos testes em laboratório.
Se soa a uma empresa de advogados a tentar a sua sorte em toda esta confusão do dieselgate provavelmente tem razão - estes veículos estão todos equipados com o sistema adblue para reduzir as emissões NOx e todo o objetivo dos tais dispositivos para falsear as emissões era para que não tivessem de instalar os dispendiosos sistemas adblue. Os automóveis produzem mais emissões na vida real que em laboratório, mas para isso existem tolerâncias legais. A KBA alemã esteve a rever uma serie de automóveis, incluindo os Mercedes, e concluiu que só a VW estava a usar dispositivos de falseamento de emissões.

Se soa a deja-vú não estranhe - a Hagens Berman também abriu um processo à Mercedes antes deste afirmando que a marca alemã teria propositadamente programado os seus automóveis para produzir mais emissões de NOx a baixas temperaturas.

A Mercedes já veio negar qualquer acusação e a EPA está à espera de dados da Mercedes antes de tomar qualquer acção.

0 comentários:

"