A importância de manter o olho aberto

Creio que uma das caraterísticas do "português", e uma boa característica, é que somos desconfiados - quando algo soa bom demais para ser verdade é porque há algo de errado. E estes creio que são 2 exemplos de 2 bons negócios que azedaram rapidamente mas que felizmente acabaram bem. 

O primeiro é nacional e tem o título de "KIA Portugal vende carro usado em corridas como se fosse novo." Surgiu no forum da AutoHoje e abaixo está o copy-paste desse post. A parte boa é que esta situação chegou a boa conclusão - se bem não especificou qual foi a conclusão. 

 Pois é.. difícil de acreditar, mas é mesmo verdade! Antes de mais não estaria a abrir este tópico se não tivesse a mais absoluta certeza a respeito do que estou a dizer. 
Não vou dizer onde comprei a viatura pois o stand até à data foi sempre impecável comigo, e até que se prove o contrário não tem culpa nenhuma no ocorrido, mas é importante alertar as pessoas para as políticas "comerciais" do importador da KIA em Portugal.

 Vou tentar resumir: comprei um Ceed GT há poucos meses, porque o vi exposto no stand e adorei o carro. Só havia aquele para entrega. Reparei imediatamente que o carro exposto tinha quase 30Km rodados e o depósito a mais de meio. Questionei o vendedor sobre isso e foi-me dito que poderia ser das pequenas deslocações dentro do stand durante vários dias seguidos. Ok, acreditei na teoria e passados uns dias fui buscá-lo. Logo na entrega havia umas pequenas manchas na zona do rádio e leitor de CDS, o vendedor achou que fosse algum produto de limpeza e eu também achei, não liguei, pensei que saísse.. (mais abaixo já vão perceber o que era)... 

 Na viagem de volta à casa reparei imediatamente que a direção vibrava ao passar dos 90Km/h... estranhíssimo para um carro novo, não? Alguns dias depois estava eu na oficina, perdi uma manhã toda e disseram-me que as rodas estavam descalibradas (!!!) . Corrigiram o problema. Nessa altura já tinha reparado que as tais "manchas" na zona do rádio eram afinal pequenos toques, como se alguém tivesse tentado forçar o radio a sair. Exigi que me trocassem o rádio e o leitor de CDS, ao que eles acederam. Encomendaram as peças e substituíram, tudo ok. 

Adiante... entretanto já tinha começado a reparar que a caixa tinha problemas. A 3ª de vez em quando custa muito a entrar, e a 4ª e 5ª também estão a ficar na mesma. Mais um Diagnóstico: problema com uma peça qualquer hidráulica da caixa (em princípio só isso, mas também pode ser qualquer coisa mais, isto dito pelo mecânico). A peça já foi encomendada mas ainda não chegou, ainda estou à espera. 

Ok, perante isto tudo eu já tinha comentado com o vendedor que desconfiava que aqueles 30Km afinal eram tudo menos pequenas deslocações. Desconfiei que tinham experimentado o carro, e que o trataram mesmo muito mal nessa experiência, porque é inconcebível que um carro venha com a direção a vibrar e problemas de caixa, além das inexplicáveis manchas no tablier. Mas não podia provar! 
Até ontem! 

Estava a limpar o carro e no espaço entre o banco e a caixa, que é bastante apertado e pouco visível, encontro isto: 

Pois... o meu carro foi usado no "racing opportunity" da KIA, e depois limpo e vendido como novo. Podem ver o video do evento aqui: https://www.youtube.com/watch?v=rt07xEsM3mc . reparem que há 4 Ceed GT diferentes, todos sem matrícula. Ainda tenho mais uma prova: ainda há uns bocadinhos de cola por cima do vidro frontal, no sítio onde eles meteram um dos autocolantes. É uma zona de difícil acesso e a cola ficou por lá sem que ninguém desse conta. E agora já estou a especular, mas há uma razão para serem 4 e nenhum deles ter matrícula... espero que vocês estejam a entender o meu raciocínio. 
Agora pensem.. para o carro vir com problemas de direção e caixa, imaginem como foi tratado nesses 30km! E eu com todo o cuidado para fazer a rodagem e não puxar muito pela máquina, e agora tenho um carro que nos primeiros KMs foi completamente esganado e sabe-se lá mais o quê, provavelmente alguma pancada ou coisa do género para dar cabo do ajuste da direção! 

O problema já foi reportado e eu já disse que não aceito nada a não ser um carro novo. E não aceito mesmo, nem que ande anos em tribunal com isto. Isto ultrapassa em muito o campo da assistência técnica. Eu pessoalmente considero isto uma semi-burla (vender usado por novo). Não sei como a justiça entenderá, se isto chegar até lá. 

Para finalizar, eu adoro o carro e acho que foi uma excelente compra pelo preço, estou muito satisfeito com tudo, excepto os problemas mencionados acima. Não se trata da KIA como marca, mas sim de um importador que parece ter muito pouco de honesto. 

Vou tentar manter o tópico actualizado e depois digo como ficou a situação. Cumprimentos a todos e desculpem lá o tamanho do texto. 

Mas se poucos ouviram falar no "Racing opportunity" da KIA, muitos de nós vimos o episódio do Top Gear em que Jeremy Clarkson testa o BMW i8 - e nesse episódio, antes de arrancar com o i8 vemos Clarkson a conduzir na pista do Top Gear um BMW M3 "de forma efusiva" digamos. 
O problema é, que tal como no caso acima, esse BMW foi limpo e vendido a um fã da marca que ficou muito orgulhoso por ter encontrado um M3 de ultima geração por menos 10.000 libras (13.000 euros) do preço original. E tal como no caso acima logo no inicio detetou vários problemas de comportamento dificies de explicar para tão poucos quilometros - isto até a esposa ter reparado na matricula do BMW que Clarkson "conduziu entusiasticamente".

1 comentários:

  • CRA says:
    13 de dezembro de 2015 às 22:27

    Isto acontece muitas vezes em Portugal, porque podes ir pra tribunal que não te leva a lado nenhum...demora aí uns 10 anos, entretanto como usaste o carro não tens nada a pedir.

"