Dieselgate - ponto de situação 26-11-2015

Sim, mais um resumo dos mais recentes desenvolvimentos do dieselgate by Volkswagen - sei que só passaram 24 horas da ultima actualização mas há mais novidades. Como sempre sem OGMs ou tretas acrescentadas. 

Volkswagen detalha reparação do motor EA189 na Europa
A Volkswagen enfim detalhou como vai reparar na Europa o motor EA189, que segundo a marca alemã, não terá qualquer efeito adverso sobre a performance ou consumos. Os motores de 2 e 1.2 litros TDI só vão receber uma actualização de software, mas o 1.6 litros recebe ainda um estabilizador na admissão de ar para reduzir a turbulencia do ar e facilitar o trabalho ao sensor de fluxo de ar, além da actualização de software. 
Já nos EUA ainda não há correção anunciada - lá as exigências são maiores para os motores a diesel e vão ser precisas mais modificações.


V6 de 3 litros recebe ordem de recolha nos EUA
A California Air Resources Board (CARB) ordenou a Audi, Porsche e Volkswagen que recolham os cerca de 16.000 veículos equipados com motor V6 de 3 litros TDI desde 2009 para corrigir a presença de um "dispositivo" que falseava as emissões durante testes de homologação. O grupo VW tem agora 45 dias úteis para apresentar um plano de correção para o motor V6 TDI, tendo entregue na passada 6ª feira o plano para a correção do 2 litros TDI EA189 e está agora a ser revisto pelas autoridades americanas.


Audi suspende 2 engenheiros na Alemanha
Segundo declarações do CEO da Audi Rupert Stadler a um jornal regional chamado Donaukurier a Audi suspendeu 2 engenheiros na sequencia da descoberta que o V6 de 3 litros TDI, que foi desenvolvido e fabricado na sua fábrica de Neckarsulm continha dispositivos que falseavam as emissões. A empresa está agora a investigar se mais funcionários estão envolvidos neste buraco que se tornou o dieselgate - até agora foram suspensos 8 individuos no grupo VW.


VW multada e obrigada a recolher automóveis na Coreia do Sul
A Coreia do Sul conseguiu ser o primeiro país a condenar o grupo Volkswagen relativamente a todo este debáculo das emissões - multou o construtor em cerca de 11.6 milhões de euros e ordena a recolha de 125.522 automóveis equipados com o motor EA189 de 1.6 e 2 litros afectados na Coreia vendidos entre 2008 e 2015. Mas não é ainda o fim desta história - a Coreia está ainda a testar o actual EA288 e 15 outros modelos diesel de outros fabricantes importados para a Coreia. Todo este trabalho deve estar terminado até Abril de 2016.

0 comentários:

"