EuroNCAP parte mais loiça

O EuroNCAP publicou os resultados dos testes de segurança de mais 3 modelos - o novo Hyundai Tucson, o novo Mazda MX-5 e o novo Opel Karl.

Hyundai Tucson
O novo Hyundai Tucson conseguiu o resultado máximo de 5 estrelas, mas não foi perfeito especialmente nas tecnologias de assistência à condução. 
O compartimento de passageiros manteve-se estável e teve boa protecção dos joelhos e fémures dos ocupantes. O pior resultado ainda foi no embate lateral em que segundo a medição da compressão das costelas a protecção do peito foi considerada marginal. Restantes áreas foram consideradas bem protegidas. Ao nível dos peões o Tucson consegue um bom resultado graças ao capot activo que evita o contacto directo com as partes mais duras do compartimento do motor e que o peão seja projectado por cima do tejadilho. Mesmo assim o formato da frente caracteristica dos SUV não ajuda tendo mau resultado ao nível do embate com a pélvis. Nas assistências à condução o Tucson oferece de série o obrigatório mais o aviso de cintos de segurança dianteiros e traseiros, mas o aviso de saída de faixa e reconhecimento de painéis informativos são opcionais que o EuroNCAP mesmo assim contabilizou. Já o sistema de travagem autónoma de emergência também opcional mas não foi considerado pelo EuroNCAP (daí o baixo resultado) porque será uma opcional que poucos iram escolher.


Mazda MX-5
O novo Mazda MX-5 conseguiu apenas 4 estrelas.
Nos testes de embate a célula dos passageiros manteve-se estável e teve bons resultados na protecção dos joelhos e fémures, mas detectou-se que o airbag não enche o suficiente para evitar que a cabeça do boneca atinja o volante daí que a protecção tenha sido considerada "Adequada". No embate parcial a protecção do peito foi considerada marginal com boa protecção noutras zonas do corpo. Teve bons resultados na protecção dos peões graças ao capot activo. Mas foram as tecnologias de assistência que não permitiram melhor resultado - o MX-5 tem o ESP e o aviso de cintos de segurança, mas o aviso de saída de faixa e limitador de velocidade são opcionais e não tem travagem autónoma de emergência.


Opel Karl
Tal como o Mazda MX-5 o Opel Karl consegue apenas 4 estrelas. 
A célula de passageiros manteve-se estável mas o airbag não encheu o suficiente e a cabeça do condutor atingiu o volante e parte lateral do tablier - a protecção da cabeça foi apenas considerada Adequada e a protecção das pernas do condutor foi considerada marginal. No embate dianteiro completo o cinto de segurança passou por cima da pélvis do condutor podendo causar ferimentos nos joelhos, fémures e pélvis levando ao mau resultado na protecção desta zona. No embate lateral o Karl teve bons resultados mas no teste de barreira lateral o resultado da protecção do peito foi muito fraco. Após estes resultados a Opel informou que ira tomar medidas para melhorar a protecção.
A protecção de peões foi boa a nível do para-choques mas a nível da pélvis e da cabeça variou entre boa e adequada. Nas tecnologias de assistência o Karl tem o ESP e aviso da colocação dos cintos, mas limitador de velocidade e aviso de saída de faixa são opcionais e travagem autónoma de emergência não está disponível.

0 comentários:

"