Winterkorn sente o aperto

E alguém duvida que Piech não está a esfregar as mãos de contente? O CEO da Volkswagen Winterkorn viu recentemente gorada a sua intenção de ser o substituto de Piech na direcção do conselho de administração pelas jogadas de bastidores de Piech e agora vê a sua posição ainda mais fragilizada pelo diesel_gate nos EUA.
Winterkorn já veio a publico pedir desculpa...mais ou menos: "I personally am deeply sorry that we have broken the trust of our customers" e "do everything necessary in order to reverse the damage this has caused.” Traduzindo literalmente: Peço pessoalmente desculpa que quebramos a confiança dos nossos clientes e fará tudo o que é necessário para inverter/desfazer os estragos causados". Uma pergunta: ele está a pedir desculpa pelo erro ou por ter sido apanhado?

É que Winterkorn também anunciou que vai ser feita uma auditoria externa para definir responsabilidades - será que a VW central não estava ao corrente do que a VW americana estava a fazer? Para colocar em perspetiva, quando houve o problema com os aceleradores foi a Toyota Americana que ocultou muito da empresa mãe e deixou a situação descarrilar.

Infelizmente para Winterkorn apesar de já ter sido escolhido para continuar como CEO da Volkswagen a verdade é que a votação para oficializar a escolha ainda vai ser feita na sexta-feira!E se alguém mudar de ideias? Ou alguem (para fins de discussão chamemos a essa hipotética pessoa "Piech") influencie as pessoas que vão votar?

Eu sei que posso estar a pintar o senhor Piech como Ernst Stavros Blofeld (sejamos sinceros, têm a alguma parecença) mas Piech tem um longo historial de conseguir o que quer e seriamos muito ingénuos se acreditássemos que Piech vai mesmo ficar sentado e não aproveitar esta desgraça (que sejamos sinceros não é um problema técnico ou defeito, é uma mentira que a Volkswagen fez) para puxar o tapete a Winterkorn.

0 comentários:

"