DieselGate continua a dar

Uma das consequências que antevi deste debáculo dos motores diesel da VW nos EUA é que os motores diesel iriam todos "pagar a conta" e não demorou muito para ver isso em acção. 
A união europeia anda há vários anos a tentar implementar uma nova metodologia para homologar automóveis (isto porque o processo atual é antigo e cheio buracos) exatamente para aproximar os testes de laboratório à vida real, mas têm tido muita resistência por parte dos construtores automóveis e dos países com fortes industrias automóveis. Aproveitando a deixa do DieselGate o Comité Ambiental do parlamento europeu passou uma adenda que não só torna publico e acelera os trabalhos para que esta metodologia seja acordada até 2017. Creio que os construtores não vão poder queixar-se muito desta vez...

Claro que também já há pessoal a dizer algumas barbaridades só para aparecerem nas noticias - segundo o lobby ecologista "Transport and Environment" devia haver um organismo europeu único que teste e homologue todos os automóveis na Europa, algo a pagar pelos consumidores a 20 euros por cada carro novo vendido. 
O que temos na Europa são vários laboratórios independentes que os construtores usam para testar os seus automóveis: mas são laboratórios acreditados a usarem todos a mesma metodologia certificada! O EuroNCAP que testa a segurança de automóveis faz o mesmo, eles não têm laboratório próprio mas subcontratam a laboratórios que trabalham segundo as suas especificações.
E não esquecer que foram 2 organismos governamentais americanos (EPA e CARB) que foram enganados, por tanto de nada serve "serem organismos únicos". Daí que sempre que o pessoal do "Transport and Environment" fazem uma proposta é preciso respirar fundo...

As novidades não terminam por aqui - o LA Times chamou a atenção para outro custo a VW poderá vir a ter que desembolsar - é que estes veículos da Vw por serem pouco poluentes recebiam incentivos que podem ter chegado a 51 milhões de dólares só em 2009.

Mas também há algo que começa chatear - toda a gente fala da Volkswagen e de como mentiram, mas mal se falou dos aceleradores da Toyota, das ignições da GM ou dos airbags da Takata e pessoas morreram em todos estes casos em todo o mundo, incluindo na Europa! Não estou a desculpar a VW que merece tudo o que está a levar, mas gostaria de ter visto tanto ultraje nas situações que mencionei acima.

0 comentários:

"