General Motors com novos sarilhos

Não são os mesmos, estes são novos - quando a General Motors faliu espectacularmente em 2009 saiu do processo de falência com uma série de protecções que não permitem que seja processada directamente pelos proprietários que tenham perdido dinheiro pela desvalorização dos seus automóveis, apenas os processos que tenham feridos ou mortes podem ser imputados à "nova GM". Todos os outros têm que passar pelo tribunal de falências e processar a "velha GM" o que significa que pouco ou nada recebem. Mas nesta frente há novidades.
 
O juiz federal Robert Gerber está avaliar um processo que poderá deitar abaixo essa protecção - algo que poderá custar à GM mais de 2 mil milhões de dólares adicionais! Mas não é assim tão direto - este processo baseia-se no pressuposto que a direcção da GM sabia aquando do processo de falência dos problemas que afectavam as ignições dos automóveis produzidos entre 2003 e 2011 que como obrigação do processo de falência a GM era obrigada a declarar esse problema, se não o fizer basicamente fica responsável por ele. O problema é conseguir provar que a direcção (ou parte dela) sabia do problema - o Juiz deverá declarar-se sobre este processo em Fevereiro de 2015.
 
Novamente relembro que se quiserem seguir este tema cliquem na tag GMswitchgate

0 comentários:

"