GM Switchgate - tubarões começam a circular

E isso acontece quando há sangue na água - a GM parece que já começou as negociações para acordo de uma série de processos legais levantados.
 
O advogado da General Motors Kenneth Feinberg reuniu-se com Robert Hilliard que representa cerca de 300 pessoas/familias afetadas por este problema. Terá sido uma primeira reunião de preparação para o que promete ser uma longa maratona - se tudo correr conforme o que a GM tem demonstrado, a marca americana deverá compensar directamente mortes e ferimentos de acidentes que envolvam automóveis afectados pela recolha. Já os restantes, ou seja quem se queixar de perda de valor do automóvel, que se entenda com a "velha GM.

E os tubarões começam a ser cada vez mais em torno da GM - 2 firmas de advocacia americanas anunciaram que se juntaram para processar a GM, preparando para adicionar mais 200 processos aos atuais em tribunal. Claro que ambas firmas afirmam que a colaboração é para ajudar "as vitimas a processar um dos maiores e mais poderosos construtores automóveis e a dar as respostas necessárias ao publico americano". Traduzindo da linguagem de advogado significa que se juntaram para maximizar o número de processos logo se houver uma indemnização recebem uma percentagem choruda da indemnização.

Pelo meio mais um elemento da GM reforma-se, que segundo a GM não tem nada a ver com os atuais problemas - algo que duvido já que se trata do engenheiro Jim Federico. Este liderava a equipa que em 2012 reuniu-se para discutir se era possível programar os airbags para estarem activos se a ignição estiver na posição de Acessórios (activada mas motor desligado) e sobre aumentar a força necessária para rodar a ignição. No dia seguinte DeGiorgio (esse também está de férias pagas) apresenta os custos e refere que a melhor escolha é ir reparando os automóveis a medida que os clientes se queixarem e os trazerem às oficinas.
A GM parece que arruma a casa, mas na verdade não vai muito longe...

Pelo meio mais uma voz "sonante" vem dar apoio a Mary Barra - Warren Buffett. Um dos investidores mais ricos e mais bem sucedidos do mundo veio a publico elogiar a forma como Barra tem gerido toda esta situação, que não foi ela que criou. Dito isto, Buffett detem 1.4 mil milhões de dólares em acções da GM portanto deve saber do que fala.

0 comentários:

"