Fibra de Carbono alternativa ao Aço e alumínio

A SGL não é propriamente um nome desconhecido - empresa especializada no fabrico de peças e componentes em fibra de carbono que com a BMW (que detém 18,4% da SGL) fabrica o chassis e vários elementos de fibra de carbono do i3 e i8. Mas não quer ficar por aqui, a SGL afirma que as componentes automóveis fabricados com plástico reforçado com fibra de carbono podem ficar 70% mais baratos nos próximos anos e tornarem-se uma alternativa ao aço e alumínio.
Segundo a SGL, actualmente o custo de um componente em fibra de carbono é de 100 euros por quilo em que os materiais representa 20 euros e a produção 80 euros, mas acreditam que o custo de produção pode ser reduzido em 90% o que pode levar o peso por quilo a cerca de 30 euros. Ainda é caro quando comparado directamente com o metal, mas é muito mais leve, é mais maleável e não precisa de tratamento contra a corrosão.

0 comentários:

"