GM retira Opel da China

A General Motors continua a arrumar as suas marcas a nível mundial - primeiro foi a Chevrolet sai da Europa em 2015, a Holden deixara de produzir na Austrália e agora vem a noticia que a Opel sai da China em 2015 depois de 20 anos de presença.
 
A Opel na China nunca conseguiu passar de uma marca de nicho representando menos de 1% das vendas da GM na China - em 2013 venderam 4.365 automóveis. Para inverter essa posição era necessário financiar uma campanha publicitaria gigantesca e expandir a rede de concessionários e oficinas. A China é o maior mercado atual da GM e vai investir naquele mercado 11 mil milhões de dólares até 2016 para manter essa posição, mas a Opel não fará parte desse esforço.
 
Mas por outro lado a Opel vai produzir um modelo da Buick na Alemanha (na fábrica de Ruesselsheim) para venda nos EUA. Vai investir cerca de 245 milhões de euros para a produção deste modelo mas não se sabe qual. Ao construir Buicks na Europa aproveita a capacidade produtiva excessiva que tem na Europa, mas já no salão automóvel de Frankfurt em 2013 vários elementos da GM falavam do alinhar de produtos da Opel e Buick, poupando tempo e custos de desenvolvimento. Segundo parece, o próximo Opel Adam (previsto para 2018) está a ser criado para ser vendido também na China e EUA.

0 comentários:

"