Motores modernos mais perigosos que antigos?

Esta é uma daquelas não-historias que mantendo alguns detalhes de fora tornou-se noticia em inumeros sites, cortesia do Financial Times - segundos eles um estudo do TÜV Nord conclui que os novos motores a gasolina com injeção direta são mais poluentes que os "antigos" por produzirem cerca de 1.000 vezes mais de particulas cancerigenas, cerca de 10 vezes mais que um diesel.
 
Isto deve-se ao facto que este motores operam os cilindros a pressões mais elevadas para reduzir emissões gerando mais particulas. O FT diz que os regulamentos europeus exigem filtros para eliminar estas particulas nos motores a diesel mas não nos a gasolina. O que deixaram de fora é que os regulamentos europeus Euro5 e Euro6 já prevêm limites de particulas emitidas para motores a gasolina com injeção directa identicas às exigidas aos motores a diesel, ou seja, tem que ter catalisadores adequados.

2 comentários:

  • Anónimo says:
    2 de dezembro de 2013 às 11:14

    talvez o nosso governo devesse ler esta notícia para perceber a idiotice de taxar extraordinariamente os diesel ...

  • Turbo-lento says:
    4 de dezembro de 2013 às 10:04

    Não é bem assim, se tirarmos os catalisadores os diesel são muitissimo mais poluentes que os motores a gasolina, dai que precisem de filtros e tecnologia bem mais avançada e complexa para limpar as emissões. O problema é que os atuais diesel não filtram certas particulas que recentemente se provou serem cancerigenas e é nessas que o estado fundamenta a taxação.
    Mas não esquecer que o combustivel diesel é menos taxado que a gasolina daí ser mais barato na bomba - porque na produção diesel e gasolina custam basicamente o mesmo.

"